BRUXISMO, QUE MAL É ESSE?

O Bruxismo prejudica a arcada dentária

O estresse, considerado um dos males do século, pode impactar muito mais do que as pessoas imaginam. Um dos problemas vividos diariamente pelos cidadãos é o bruxismo, um hábito inconsciente que atinge 70% da população das grandes cidades. Entre os sintomas percebidos por quem sofre de bruxismo estão o ranger dos dentes, tensão na região do maxilar, dores no pescoço, cabeça e até enxaqueca.

Por se tratar de uma atitude involuntária e com consequências que nem sempre são fáceis de identificar, muitos nem percebem que sofrem de bruxismo e descobrem apenas quando vão ao dentista ao se deparar com dentes desgastados ou até quebrados. De acordo com o Dr. Sidnei Goldmann, diz ser  possível amenizar os sintomas do bruxismo com tratamentos específicos para essa situação. “Até mesmo casos de enxaquecas podem ter sua causa associada à tensão da região maxilar, por isso é preciso atenção aos detalhes e a busca por um profissional”, explica Dr. Goldmann.

Como saber se você tem bruxismo?

Para muitas pessoas, o bruxismo é um hábito inconsciente. Estas pessoas podem nem mesmo perceber que estão fazendo isto, até que alguém comente que elas fazem um horrível som de ranger de dentes enquanto estão dormindo. Para outras pessoas, é quando fazem um exame dental rotineiro e descobrem que seus dentes estão desgastados ou o esmalte de seu dente está rachado.

Como identificar o Bruxismo

Outros potenciais sinais de bruxismo incluem dor na face, na cabeça e no pescoço. Seu dentista é capaz de fazer um diagnóstico preciso e determinar se a origem da dor facial é causada por bruxismo.

Como o bruxismo é tratado?

O tratamento apropriado dependerá do que está lhe causando o problema. Fazendo perguntas apropriadas e examinando detalhadamente seus dentes, seu dentista pode lhe ajudar a determinar se a fonte potencial de seu bruxismo. Com base no grau dos danos causados a seus dentes e a causa provável, seu dentista poderá sugerir:

O uso de um dispositivo quando dormir: feito sob medida pelo seu dentista e ajustado aos seus dentes, o dispositivo encaixa-se sobre os dentes superiores e os protege de se triturarem com os dentes inferiores. Apesar de o dispositivo ser uma boa maneira para lidar com bruxismo, ele não é uma cura.

Encontrando meios de relaxamento: a tensão cotidiana parece ser uma das causas principais do bruxismo, e não importa o que seja que reduza a tensão, pode contribuir – ouvir música, ler um livro, fazer um passeio ou tomar um banho. Procurar alguma terapia auxiliará no aprendizado de meios eficazes de controlar situações estressantes. Adicionalmente, se aplicar uma toalhinha morna e molhada no lado de sua face isto poderá ajudar a relaxar os músculos doloridos devido à pressão exercida.

Reduzindo a “exposição” de um ou mais dentes para igualar sua mordida: uma mordida anormal, no qual os dentes não se ajustam bem, também pode ser corrigido com restaurações, coroas ou ortodontia.

Redação Jornal Correio Riograndense

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *