A IMPORTÂNCIA DAS AULAS PRÁTICAS


Prof. Jairo Brasil e os alunos da Turma 3S12 em visita à Roan de Canoas

As aulas teóricas são importantes para que o aluno aprenda a pesquisar e também para que saiba ler conteúdos e aprenda a interpreta-los. Aliás, a interpretação de textos é uma das maiores dificuldades observadas em sala de aula. Por isso, a importância de tratar a leitura e a interpretação com maior profundidade. Mas as aulas práticas possibilitam fazer com que eles vivenciem situações onde há possibilidade de tomar decisões e de aplicar a teoria nestas ações.
Por isso, nesta terça-feira, o professor Jairo Brasil da Unipacs de Esteio, acompanhou os alunos e alunas da Turma 3S12 do Curso Técnico em Segurança do Trabalho até a empresa Roan, que comercializa equipamentos de proteção individual. Ali o professor e alunos e alunas foram recebidos pelos técnicos da empresa, Lucas e Jenifer.

Os técnicos Lucas e Jenifer da Roan

Os alunos foram convidados a visitarem os três andares do estoque de equipamentos da empresa, apanhando os equipamentos e verificando a qualidade dos mesmos, os materiais de que são confeccionados e aplicabilidade de cada um. Caso houvesse alguma dúvida em relação aos equipamentos, foram disponibilizados carrinhos de supermercado, em que os mesmos eram acondicionados e depois levados à sala de treinamento da empresa.

Alunas da Turma 3S12 em contato com os EPIs

Depois da visita ao estoque, os alunos se reuniram para terem a explanação dos técnicos a respeito dos EPIs. Neste momento, os alunos e alunas fizeram perguntas e questionamentos sobre os equipamentos e suas aplicabilidades. Os técnicos Lucas e Jenifer trouxeram detalhes que enriqueceram o conhecimento de todos. Equipamentos de trabalho em altura, de proteção respiratória, de detecção de gases e vapores, de proteção do crânio e face e de proteção das mãos estavam entre os selecionados.
Segundo a Norma Regulamentadora n.o 06, considera-se Equipamento de Proteção Individual – EPI, todo dispositivo ou produto, de uso individual utilizado pelo trabalhador, destinado à proteção de riscos suscetíveis de ameaçar a segurança e a saúde no trabalho. Também ela destaca que a empresa deve fornecer equipamentos de proteção individual nas seguintes circunstancias: sempre que as medidas de ordem geral não ofereçam completa proteção contra os riscos de acidentes do trabalho ou de doenças profissionais e do trabalho; enquanto as medidas de proteção coletiva estiverem sendo implantadas; e, para atender a situações de emergência.
Ao final da visita a empresa ofereceu um coquetel
Ao final da exposição e das perguntas dos alunos, o professor Jairo Brasil agradeceu a atenção e a disponibilidade da equipe da Roan. Também salientou a importância deste contato com o mercado profissional, onde irão atuar os futuros técnicos em segurança do trabalho, de forma a aproximar os alunos da realidade.
Ao término da visita, os alunos foram convidados para um coquetel patrocinado pela empresa, onde puderam celebrar e interagir com os técnicos da Roan. Isso demonstra as possibilidades que podem ser agregadas às aulas do ensino técnico, fazendo com que os alunos convivam com a realidade da profissão através da prática.  

2 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta para Caroline Dorneles Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *