OS CUIDADOS NO VERÃO

A temporada do verão está começando

O verão é uma das estações mais esperadas do ano, pois é sinônimo de férias, descanso, convívio com amigos e amigas e muita praia e muito sol. Pelo menos este é o pensamento de 8 entre 10 moradores deste sul do continente. Mas nem tudo é alegria e festa nesta época do ano. Os cuidados com a saúde também devem ser tomados quando este período se aproxima.
Dentre as ocorrências mais comuns, e que muitos meios de comunicação não se cansam de enfatizar está o cuidado com o sol e o câncer de pele, a boa hidratação do corpo por conta da perda excessiva de líquido e algumas dermatoses que podem acometer aquelas pessoas que pouco cuidado dedicam à pele e à boa higiene das partes íntimas. E nesta hora a mulher é quem mais sofre.  
A chegada da estação mais quente do ano mexe com a rotina de muitas mulheres. São dias na praia, piscina, tudo com muito sol e muitas vezes a malhação se intensifica para preparar o corpo para o biquíni. Só que é no verão que também aumenta a incidência de candidíase, uma infecção na região vaginal causada por um fungo, que atinge três em cada quatro mulheres pelo menos uma vez ao longo da vida.

Os principais sintomas da doença são ardor e coceira na região vaginal e um corrimento de cor esbranquiçada.


— O fator que mais desencadeia uma infecção por candidíase é a baixa de imunidade. Mas o calor e a umidade também contribuem muito para o aparecimento da doença — explica o ginecologista e obstetra José Bento.

O uso excessivo de roupas de banho molhadas pode aumentar
o risco da Candidíase

Para prevenir a doença, alguns cuidados básicos podem ser tomados. Evitar manter o biquíni molhado no corpo por muito tempo, assim como evitar o uso de roupas com tecido sintético principalmente nos dias mais quentes. As mulheres devem preferir usar roupas leves, de tecidos naturais, que facilitem a ventilação.


Para tratar a doença, entre as opções existe o antifúngico à base de clotrimazol, de aplicação vaginal disponível em creme para três ou seis dias de tratamento ou comprimido vaginal de dose única. O clotrimazol elimina o fungo causador da candidíase e contribui para restabelecer o frágil equilíbrio da flora da região íntima feminina.


Os medicamentos tentam restabelecer o equilíbrio vaginal, diminuindo a quantidade de agressores. Além de utilizá-los, é importante também localizar a causa da candidíase para evitar que ela volte.

Preste atenção 


A alimentação é um ponto essencial a ser observado. Você sabia que o consumo excessivo de açúcares e carboidratos favorece o aparecimento de fungos? Se a candidíase for recorrente, você deve evitar ainda o consumo de álcool e queijos fundidos. Pessoas alérgicas e com diabetes também devem ficar atentas, pois esses problemas representam fatores desencadeantes.


Também cuide nas relações sexuais: o seu parceiro é capaz de “recontaminá-la”. Por isso, assim como você, ele precisa se tratar para evitar o crescimento do fungo. Use camisinha e tente ficar longe dos lubrificantes, que podem favorecer o reinício do ciclo.
Fonte: Jornal Zero Hora – Edição 12/11/12

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *