TURMA TST DA UNIDADE ESTEIO VISITA EMPRESA DE EPIs

Durante muito tempo, o uso de EPI (equipamentos de proteção individual) foi considerado uma (inconveniente) exigência legal. Pedreiros sem capacete, soldadores de chinelos, não faz muito tempo, esta era a realidade na indústria.

Mas a empresa moderna sabe da importância do EPI, e sabe que o uso de EPI’s de qualidade é fundamental para a eficiência de sua equipe. Mas como o EPI influencia no rendimento da empresa?
1. No caso de acidentes, o EPI pode reduzir ou eliminar riscos à saúde, o que por sua vez preserva a integridade física de sua equipe, reduz seu stress, e elimina ou reduz o custo de um funcionário ausente por motivo de saúde.
Alunos puderam experimentar os EPIs
2. EPI melhora a qualidade do trabalho. A exposição prolongada a agentes tóxicos ou agressivos (como vapores de solda, ou fagulhas de esmeril) progressivamente reduz a capacidade de atenção e trabalho do operador, o que pode acarretar em acidentes, ou, na melhor das hipóteses, perda da eficiência do trabalho.
3. EPI de má qualidade ou impróprio é quase tão ruim quanto não usar EPI algum. Se seus óculos de proteção não impedem que cavacos projetados de um torno atinjam os olhos por não se acomodarem corretamente sobre o rosto, eles se tornam duplamente ineficientes, pois além de não cumprirem sua função, são um estorvo a mais para o trabalhador, e uma fonte de stress adicional.
Diretor da ROAN explica detlahes de uso dos EPIs
4. No manuseio de produtos químicos, a importância do EPI nem sempre é percebida, já que muitas vezes os danos à saúde ocorrem progressivamente (como no caso da dermatite provocada por manuseio impróprio de fluidos de corte ou detergentes) e demoram a aparecer. EPI é uma garantia de saúde a longo prazo, e, portanto, de qualidade no ambiente de trabalho de sua empresa.
Nas aulas de Educação para Saúde e Segurança, ministradas pelo Professor Jairo Brasil aos alunos do Curso Técnico de Segurança do Trabalho da unidade de Esteio, todos já estão conscientizados da importância destes equipamentos, ainda mais depois da visita realizada pelos alunos da Turma 3S9 na empresa ROAN de Canoas, no último dia 22 de maio.
Ao final Prof. Jairo Brasil agradeceu a receptividade
Recepcionados pelo Diretor da empresa, Sr. Gilberto Szupszynski, os alunos se encaminharam ao armazém de equipamentos – estoque, fazendo contato com os EPIs e testando cada um deles. Conforme solicitou o Sr. Gilberto, cada aluno levou um equipamento para a sala de treinamento para tirar dúvidas e perguntas sobre as características. Foi uma noite primorosa em termos de conhecimento.   
Depois das explicações trazidas pelo Diretor sobre os EPIs, o Prof. Jairo Brasil agradeceu a gentileza e toda a turma foi convidada para um coquetel de encerramento.
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *