Curso de Vacinas

Qualifica o profissional para correta atuação na sala de vacinas, aprimorando as técnicas de aplicação e as relações interpessoais no momento da vacinação.

Duração: 40 horas
Esteio: A definir

Taquara: A definir

Clique no link abaixo para registrar seu interesse e receber informações sobre novas turmas.

Avisar-me quando disponível

Cabe no Seu Bolso

Investimento adequado que cabe no seu bolso para você começar agora.

Retorno Rápido

O retorno do seu investimento no curso ocorre em poucos meses e dura por toda a sua carreira!

Mercado de Trabalho

O profissional pode exercer suas atividades em hospitais, postos de saúde, laboratórios e onde houver necessidade.

Conteúdo / Programa

PROGRAMA NACIONAL DE IMUNIZAÇÕES:

RESPONSABILIDADES DAS ESFERAS DE GOVERNO
1 Responsabilidades das esferas nacional e estadual
2 Responsabilidades da esfera municipal
3 Vacinação e atenção básica
4 Calendário Nacional de Vacinação
5 Suprimento de imunobiológicos

FUNDAMENTOS DOS IMUNOLÓGICOS
1 Bases imunológicas da vacinação
2 Imunidade inespecífica (natural ou inata)
3 Imunidade específica (adquirida ou adaptativa)
4 Respostas primária e secundária
5 Imunidade ativa e passiva
6 Fatores que influenciam a resposta imune
7 Fatores relacionados ao vacinado
8 Fatores relacionados à vacina

ASPECTOS TÉCNICOS E ADMINISTRATIVOS DA ATIVIDADE DE VACINAÇÃO

1 Equipe de vacinação e funções básicas
2 Organização e funcionamento da sala de vacinação
3 Especificidades da sala de vacinação 3.2 Equipamentos, mobiliários e insumos básicos 3.3 O funcionamento da sala de vacinação
4 Resíduos resultantes das atividades de vacinação 4.1 Cuidados com os resíduos da sala de vacinação 4.2 Limpeza da sala de vacinação
5 Conservação dos imunobiológicos  5.1 Rede de frio
5.2 Instrumentos para monitoramento e controle da temperatura 5.3 Equipamentos de refrigeração e insumos aplicáveis à cadeia de frio  5.4 Freezer 5.5 Insumos aplicáveis à Cadeia de Frio 5.6 Plano de contingência
5.7 Cuidados com imunobiológicos que apresentam desvio de qualidade
6 Procedimentos para a administração de vacinas, soros e imunoglobulinas 6.1 Procedimentos preliminares 6.2 Procedimentos para remoção e reconstituição de imunobiológicos 6.3 Procedimentos segundo as vias de administração dos imunobiológicos
7 Sistema de informação em imunizações 7.1 Qualidade da informação sobre imunizações 7.2 Registro individual das doses de vacina administradas 7.3 Registro das atividades diárias 7.4 Arquivos da sala de vacinação 7.5 Instrumentos para registro 7.6 Avaliação dos indicadores de imunizações.

PROCEDIMENTOS PARA A ADMINISTRAÇÃO DE VACINAS

1 Contraindicações, situações especiais, adiamento, vacinação simultânea e falsas contraindicações
2 Contraindicações comuns a todo imunobiológico 2.2 Situações especiais 2.3 Adiamento da vacinação 2.4 Vacinação simultânea 2.5 Falsas contraindicações
3 Vacinas 3.1 Vacina BCG3.2 Vacina hepatite B (recombinante)
3.3 Vacina adsorvida difteria, tétano, pertussis, hepatite B (recombinante) e Haemophilusinfluenzae b (conjugada) (Penta) 3.4 Vacina adsorvida difteria, tétano e pertussis (DTP) 3.5 Vacina poliomielite 1, 2 e 3 (inativada) (VIP) 3.6 Vacina poliomielite 1, 2, 3 (atenuada) (VOP)  3.7 Vacina pneumocócica conjugada 10 valente (Pneumo 10) 3.8 Vacina rotavírus humano G1P1[8] (atenuada) (VORH) 3.9 Vacina meningocócica C (conjugada) (Meningo C) 3.10 Vacina febre amarela (atenuada) (FA)

3.11 Vacina sarampo, caxumba, rubéola (Tríplice Viral) 3.12 Vacina hepatite A 3.13 Vacina sarampo, caxumba, rubéola e varicela (atenuada) (Tetra Viral) 3.14 Vacina adsorvida difteria e tétano adulto – dT (dupla adulto) 3.15 Vacina papilomavírus humano 6, 11, 16 e 18 (recombinante) (HPV)3.16 Vacina influenza (fracionada, inativada) 3.17 Vacina raiva (inativada)3.18 Vacina pneumocócica 23-valente (polissacarídica) (Pn23) 3.19 Vacina varicela (VZ)

PROCEDIMENTOS PARA ADMINISTRAÇÃO DE SOROS E IMUNOGLOBULINAS

1 Soros específicos contra veneno de animais peçonhentos (antiveneno)
2 Procedimentos para a administração dos soros e de imunoglobulinas
3 Procedimentos básicos após a administração de soros

CALENDÁRIOS NACIONAIS DE VACINAÇÃO

EVENTOS PÓS-VACINAIS

Sistema Nacional de Vigilância dos EAPV
Conceitos gerais e definição dos eventos adversos pós-vacinação
Instrumento de notificação dos eventos adversos pós-vacinação

Requisitos
  • Profissionais graduados no campo da saúde, técnicos e auxiliares ou estudantes da área de saúde.
Local e Horários

Curso de Vacinas (40h)

Unipacs Esteio:  16, 23, 30/11 e 14/12 (Sábado)
Horário: Das 8h às 12h e das 13h às 18h
Endereço: Av. Dom Pedro, 73 – Esteio/RS

Unipacs Taquara: No momento este curso não está com nenhuma turma aberta.