COMO SER ASSERTIVO

TITE1

Técnico TITE da seleção brasileira, um exemplo de asseritividade

Definição da palavra
Assertivo:
1 – que faz uma asserção; afirmativo
2 – (linguística) — em que o locutor declara algo, positivo ou negativo, do qual assume inteiramente a validade; dec
larativo
3 – (psicologia) — que demonstra segurança, decisão e firmeza nas atitudes e palavras

Desde que o técnico Tite assumiu a Seleção Brasileira de Futebol, em julho de 2016, o grupo conseguiu seis vitórias em seis jogos nas eliminatórias sul-americanas da Copa do Mundo de 2018, levando a equipe do sexto lugar para a primeira posição no ranking. Como o novo comandante conseguiu mudar o cenário da equipe de forma tão rápida e, principalmente, eficiente? Na visão de Alessandra Fonseca, consultora organizacional, o segredo é uma gestão marcada por assertividade. “Ele consegue tirar o melhor resultado de cada pessoa e do time como um todo. O técnico varia o jeito de agir de acordo com a situação e entende, por exemplo, que não há necessidade de gritar em dado momento porque os jogadores são inteligentes e adultos, então sabem o que precisam fazer”, analisa. “Do mesmo modo, um bom gestor deve conhecer os funcionários que tem para saber lidar com cada um”, pondera. “O líder consegue influenciar outras pessoas a também serem engajadas e objetivas porque trabalha em cima de comportamentos e resultado — e só se consegue resultados sendo assertivo”, diz Aline Wolff, especialista em coaching pela Companhia de Vida e pós-graduação em marketing.

TITE2

Alessandra Fonseca, consultora organizacional

É por isso que ela defende que “profissionais assertivos se tornam bons chefes”. Engenheiro agrônomo, pós-graduado em direção de empresas e consultor em gestão de pessoas, Eduardo Ferraz observa, porém, que pessoas em posições de autoridade não devem confundir a objetividade com falta de sensibilidade ou educação. “Existem pessoas que deixam claro que falam o que pensam e chegam a ser grosseiras, mas isso não define alguém assertivo. Assertividade tem a ver com falar o que precisa ser dito na hora certa”, defende ele, que é autor do livro Gente que convence — como potencializar seus talentos, ideais, serviços e produtos. “Uma pessoa com essa característica é franca em momentos apropriados, por exemplo, esperando o fim de uma reunião para, então, apontar pontos fracos no projeto de um colega buscando ajudá-lo em vez de expor o erro no meio de todos”, afirma. É por atitudes assim que profissionais assertividades ganham autoridade moral e podem liderar não apenas por terem o cargo mais alto, mas porque se destacam.

Administrador, contador e pós-graduado em psicologia com ênfase empresarial, Luís Felipe Escarlate, 48 anos, proprietário da clínica odontológica Sorridents e da empresa de consultoria Plano Consultoria Empresarial, se considera um gestor assertivo. “Acredito que eu tenha tido um ponto de partida mais favorável para desenvolver essa habilidade. De alguma forma, sempre fui mais independente e ousado. Meus pais trabalhavam fora, eu ficava em casa com a empregada e tive uma liberdade que me levou a ser mais responsável. Meu primeiro negócio foi aos 19 anos, como sócio minoritário de uma empresa de informática”, revela. A característica é tão importante para ele que se tornou pré-requisito para os funcionários que contrata. “Não levo para as minhas empresas funcionários que não tenham autonomia, presença de espírito e assertividade”, explica.

20/04/2017. Crédito: Gabriela Studart/Esp.CB/D.A Press. Brasil. Brasília - DF. Trabalho e Formação: Assertividade. Luís Felipe Escarlate, dono da Clínica Sorridentes.

Luís Felipe Escarlate e sua Equipe

Como se tornar assertivo?

» Delimite um foco, tenha um objetivo em mente nas atividades que desempenha no dia a dia;
» Trace um plano de ação e estabeleça o caminho que percorrerá durante as tarefas;
» Defina prioridades para atingir o objetivo proposto sem se deixar levar pelo que não é tão importante;
» Crie estratégias para melhorar a produtividade. Um bom exemplo é se premiar sempre que concluir uma meta, se motivando e impedindo a procrastinação. Priorize as atividades por urgência;
» Crie um círculo de relacionamentos, busque se comunicar mais;
» Priorize resultados;
» Tenha equilíbrio entre a vida profissional e a pessoal, sem deixar que uma impeça a outra;
» Vise a qualidade do seu trabalho;
» Tenha uma visão sistêmica da situação, tendo uma visão mais estratégica do que precisa ser feito;
» Priorize a comunicação mais direta, sem enrolação ou contação de histórias antes de chegar ao ponto.

Fonte: Alessandra Fonseca

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *