ALUNOS DA UNIPACS PARTICIPAM DE MESA REDONDA

Nos dias atuais é gerada uma carga extremamente elevada de resíduos. Como agravante, milhares de toneladas de resíduos sólidos são muitas vezes despejados no meio ambiente diariamente, trazendo, dessa forma, drásticas consequências.
 
Resíduos de couro já podem ser utilizados
na Construção Civil
Providências urgentes têm que ser tomadas para reverter esse quadro, e a necessidade de mudança de conceitos e formas de tratar o assunto é premente para que sejam alcançados melhores resultados no manejo dos resíduos sólidos, principalmente na disposição final, segmento em que os dados são mais alarmantes.

A Gestão de Resíduos Sólidos (GRS) é um conjunto de atitudes (comportamentos, procedimentos, propósitos) que apresentam como objetivo principal, a eliminação dos impactos ambientais negativos, associados à produção e à destinação do lixo. Na ausência do gerenciamento de resíduos sólidos, a produção e a destinação do lixo podem conduzir aos seguintes problemas, entre vários outros: contaminação do solo com fungos e bactérias; contaminação das águas de chuva e do lençol freático; aumento da população de ratos, baratas e moscas, disseminadores de doenças diversas; aumento dos custos de produtos e serviços; entupimento das redes de drenagem das águas de chuva; assoreamento dos córregos e dos cursos d’água; incêndios de largas proporções e difícil combate; destruição da camada de ozônio, etc.
Indústrias Calçadistas de Três Coroas conseguiram
certificação ambiental no gerenciamento de resíduos

A gestão de resíduos sólidos pode diminuir, e em alguns casos evitar, esses impactos negativos, propiciando níveis crescentes de qualidade de vida, saúde pública e bem estar social, além de gerar uma redução das despesas de recuperação das áreas degradadas, da água, dos lençóis freáticos e do ar poluídos, possibilitando a aplicação desses mesmos recursos (econômicos) em outras áreas de interesse da população. Além disso, a GRS aplicada às indústrias e às fábricas reduz os custos de produção, possibilitando a recuperação de matérias-primas, aproveitáveis no processo de fabricação, ou comercializáveis para terceiros.

A gestão de resíduos sólidos é uma das maneiras mais diretas para minimizar os impactos ao meio ambiente. Também cabe ao técnico em segurança do trabalho, orientar sobre medidas que podem reduzir o desperdício. A empresa de um modo geral pode direcionar sua produção de um modo produtivo e de modo também que venha colaborar com o meio ambiente em geral como, por exemplo, reaproveitamento de material que foi rejeitado na produção para ser reciclados e aproveitados pelos outros setores evitando assim que seja descartado para o lixo.
 
Fábio Ruppenthal falou aos alunos da Unipacs
Na intenção de conhecer mais aprofundadamente o assunto, os alunos do curso Técnico em Meio Ambiente das turmas 704 e 705 da unidade de Taquara participaram de uma Mesa Redonda com a presença do Secretário executivo do Sindicato das Indústrias de Calçados do município de Três Coroas, Sr. Fabio Ruppenthal. O evento propiciou aos alunos o conhecimento das ferramentas utilizadas na certificação ambiental da Gestão dos Resíduos Sólidos das indústrias locais e seus processos produtivos.
 
Desta forma, observa-se que o espaço do conhecimento ultrapassa o ambiente da sala de aula, e faz com que os alunos tenham contato com a realidade da ciência ambiental, tornando-os conhecedores de uma realidade que muitas vezes é desconhecida. Parabéns à Escola Unipacs de Taquara e às iniciativas daquela direção de ensino.
 
Fontes: www.mauricionovaes.blogspot.com.bre Unipacs de Taquara.

 

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *