ESCASSEZ DE ÁGUA: PRINCIPAL DESAFIO

Um dos recursos naturais ameaçados de escassez
A escassez de água pode atingir 45% da população da Terra em 2050, de acordo com estimativas da Organização das Nações Unidas (ONU). A escassez já afeta cerca de 1,1 bilhão de pessoas e é, segundo a Unesco, o problema mais grave enfrentado pela humanidade no século 21.
 
De acordo com um estudo do Instituto Internacional de Gerenciamento de Água (IWMI, na sigla em inglês), a escassez para o consumo humano pode atingir áreas inclusive onde há abundância em função do uso exagerado do recurso para atividades como a agricultura. Atualmente, falta água em parte do Norte Africano, Oriente Médio, sudeste da Austrália, sudoeste dos Estados Unidos e norte do México. Partes do sudoeste asiático e do sul da África também estão muito próximas da escassez física de água. Enquanto isso, grande parte do continente africano sofre com um outro tipo de escassez, o econômico: há abundância de água, mas estas não são bem distribuídas e não chegam às populações necessitadas.
 
Mau uso pode causar desastres ambientais

Mar de Aral, exemplo de tragédia ambiental

Um exemplo de mau uso da água pode ser observado no Mar de Aral, no interior da Ásia, situado entre o Cazaquistão e o Uzbequistão. Em 50 anos, o mar perdeu mais da metade da superfície e vem secando progressivamente. Em 2000, o Aral foi dividido entre grande e pequeno mares. A estimativa é de que o grande mar seque totalmente por volta de 2025.
 
O desastre ambiental foi provocado pelas sucessivas drenagens da água feitas pelo governo da União Soviética para irrigar as culturas de algodão e arroz da região, uma das mais áridas do mundo. O interesse no crescimento da produção do algodão gerou não apenas a seca no Aral como debilitou todo o ambiente em volta dele. A pesca, antes uma fonte de riqueza para grande parte da população, tornou-se inviável com a salobridade e a poluição das águas. Muitos tiveram de deixar a região, e a população que restou sofre de doenças como bronquite, alergia, artrite, anemia e câncer.
Rio Yangtze na China, ameaçado de extinção
Rios estão em perigo
 
A escassez também pode atingir a maior fonte de abastecimento de água da Terra: os rios. De acordo com estudo divulgado pela organização não-governamental WWF, os 10 rios mais ameaçados do mundo são: os asiáticos Yangtze, Mekong, Salween, Ganges e Indus, o europeu Danúbio, o sul-americano Prata, o norte-americano Grande/Bravo, a bacia africana Nilo-Lago Vitória e a australiana Murray-Darling.
 
Os principais problemas enfrentados por esses rios estão relacionados ao mau uso das águas para agricultura e à construção de barragens e represas. Como conseqüência disso, a degradação das regiões ribeirinhas e o assoreamento do leito dos rios é um dos maiores causadores de inundações e enchentes. 
A dessalinização da água é possível, mas é
um processo caro
É possível fabricar água potável?
 
A iminente escassez de água no mundo provoca um imediato questionamento: é possível produzir água artificialmente ou transformar a água do mar em água potável? Infelizmente ainda não foi descoberto nenhum processo artificial para a produção deste líquido. Já a dessalinização é um processo caro que pode gerar bom resultados (a técnica já é aplicada em países como Kuwait e Israel), mas pode causar danos ao meio ambiente, uma vez que os resquícios salinos, se jogados no solo, poderiam prejudicar a agricultura e contaminar os aqüíferos.
 
Há duas formas de dessalinizar a água. A primeira é a destilação, em que se reproduz o processo que gera a chuva, através da evaporação e conseqüente condensação da água. A segunda, mais moderna e barata, é chamada de osmose reversa: a água é submetida a uma forte pressão e passa através de membranas que retêm o sal.
Fonte: Zero Hora – Edição 15.02.15
QUEM É O TÉCNICO EM MEIO AMBIENTE?
 
Os profissionais com este perfil atuam no atendimento dos problemas ambientais e na promoção do desenvolvimento sustentável. Participam da elaboração e implementação da política do meio ambiente e segurança no trabalho, realizam coletas, armazenam e interpretam informações, dados e documentações ambientais, colaboram na elaboração de laudos, relatórios e estudos ambientais, auxiliam na elaboração, acompanhamento e execução de sistemas de gestão. Atuam ainda na educação ambiental, identificam as intervenções ambientais, analisam suas consequências e operacionalizam a execução de ações para preservação, conservação, otimização e minimização dos seus efeitos.
 
A UNIPACS é parceira do PRONATEC e oferece Bolsas nos Cursos Técnicos nas unidades de Esteio e Taquara.

Peça mais informações pelos fones (51) 3473-0178 para ESTEIO e (51) 3541-2441 para TAQUARA.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *