GASTRITE: SINTOMAS E RISCOS


A queimação é um dos indícios da gastrite

Queimação, dor no estômago e náusea são queixas de 15 a 30% dos pacientes que procuram um gastroenterologista. Esses sintomas são característicos de gastrite, uma inflamação aguda ou crônica nas paredes internas do estômago.
Gastrite é a inflamação, infecção ou erosão do revestimento do estômago. Ela pode durar por pouco tempo, na chamada gastrite aguda, ou pode durar meses e até mesmo anos (gastrite crônica).
A causa mais provável da gastrite é a fraqueza da barreira mucosa que protege a parede estomacal, permitindo que os sucos digestivos produzidos pelo estômago causem danos ao tecido que reveste o órgão.
A gastrite pode levar à úlcera e também ao câncer
A bactéria Helicobacter pylori, que se hospeda no estômago, é apontada como uma das causadoras da gastrite. Estima-se que 80% dos brasileiros estejam infectados pela bactéria e que 5 a 15% dessas pessoas manifestem a doença. A relação entre a H. pylori e a gastrite ainda não foi compreendida pela medicina, mas acredita-se que o micro-organismo enfraqueça a mucosa estomacal, fazendo com que o suco gástrico machuque as paredes do estômago. Outras bactérias e vírus também podem causar infecções que levam à gastrite. Especialistas apontam também o refluxo da bile para dentro do estômago como uma causa para a gastrite.
O uso prolongado de anti-inflamatórios não hormonais (como a aspirina) e o consumo exagerado de bebidas alcoólicas são fatores que também sensibilizam a mucosa estomacal, assim como stress, tabagismo e má alimentação.
 

A Endoscopia é um dos exames de avaliação mais comuns

Diagnóstico – Os sintomas da gastrite são parecidos com os de refluxo, má digestão e até câncer. Por isso, o ideal é, antes de tomar um remédio por conta própria, procurar um médico, que pedirá uma endoscopia para confirmar o diagnóstico. “A automedicação alivia os sintomas no momento, mas pode mascarar outras doenças mais graves”, diz o gastroenterologista Rogério Saad, professor da Faculdade de Medicina de Botucatu Unesp/FMB.
Uma gastrite não tratada pode evoluir para uma úlcera, um profundo machucado na mucosa do estômago. Os sintomas da moléstia são perda de peso rápida, vômito ou fezes com sangue, febre, olhos amarelados, vômitos frequentes, anemia e presença de gânglios em regiões como pescoço e virilha.
O tratamento da gastrite segue os mesmos preceitos da sua prevenção e inclui remédios para diminuir a acidez no estômago e, na presença da bactéria H. pylori, antibióticos.
OITO MANEIRAS DE ALIVIAR A GASTRITE

 
Fonte:

QUEM É O TÉCNICO EM ENFERMAGEM?

É o profissional que atua na promoção, prevenção, recuperação e reabilitação dos processos saúde-doença. Colabora com o atendimento das necessidades de saúde do paciente, família e comunidade, em todas as faixas etárias. Desenvolve ações de educação para o auto cuidado, bem como de segurança no trabalho e de biossegurança nas ações de enfermagem. Promove ações de orientação e preparo do paciente para exames. Realiza cuidados de enfermagem tais como: curativos, administração de medicamentos e vacinas, nebulizações, procedimentos invasivos, mensuração antropométrica e verificação de sinais vitais, dentre outros. Presta assistência de enfermagem a pacientes clínicos e cirúrgicos em qualquer fase do ciclo vital. Participa de uma equipe multiprofissional com visão crítica e reflexiva, atuando de acordo com princípios éticos. 
A UNIPACS oferece o Curso Técnico em Enfermagem nas unidades de Esteio e Taquara. Peça mais informações pelos telefones (51) 3473-0178 para Esteio e (51) 3541-2441 para Taquara. 
2 respostas
  1. Raphael Alves do Amaral
    Raphael Alves do Amaral says:

    Boa tarde pessoal, primeiramente parabéns pelo post. Muito esclarecedor!
    Agora uma dúvida: Todos os tipos de frutas cítricas não são indicadas para pessoas com caso de gastrite nervosa? …
    Existe alguma lista de frutas indicadas e outra com frutas não indicadas para quem tem gastrite? Sem sim, tem como disponibilizar para nós?

    Desde já agradeço,
    Raphael Alves do Amaral

    Responder
  2. Cleiton
    Cleiton says:

    Estou com queimação na barriga e cocô amarelado muitos gases e bem pouco olho amarelo medico passou omeprasol e disse q meu exame de sangue esta ótimo e não tem nada a ver com a reação da vacina da febre amarela oque deve ser estou com dúvidas e medo?

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *